© 2019 Todos o Direitos Reservados ao Instituto Lua Nova.

R. Viviane Vieira Pedreira, nr - 20-2 - Praia de Ipitanga, Lauro de Freitas - BA, 42700-000

Telefone: (71) 98806-0907

Desenvolvido por Agência maissucesso

Search
  • Márcia de Andrade Macêdo

Meditação a Luz de Sai Baba

Updated: 4 days ago

Toda Quinta - 18:10


Roteiro 2 de Bhajans


A meditação à Luz de Sai Baba é realizada desde 2014.

É aberta ao público e gratuita.

Você pode realizar a meditação onde quiser, o vídeo está disponível permitindo que você possa, seguindo o roteiro que está disponível em publicações, fazer sua meditação onde desejar.


INSTRUÇÕES: Ao iniciarmos a Meditação os participantes deverão respeitar o silêncio e acomodar-se na sala confortavelmente antes de iniciar o relaxamento.

Após o Relaxamento será emitido o mantra OM (3 vezes) por todos os presentes – A vibração do " OM " simboliza a manifestação de Deus em forma. É o som primordial que criou o Universo e permeia tudo. O OM é a forma sonora de Deus. Também é chamado de Pranava: 'Aquele que é sempre novo', ou seja, que se renova eternamente.


É constituído por três letras (A-U-M) e quatro unidades de tempo: A = representa a Criação do Universo e o nosso estado de vigília; U = simboliza a Sustentação e o estado de sonho; M = representa a Transformação e o estado de sono profundo, sem sonhos;

O silêncio posterior à emissão simboliza o Absoluto, Aquele que está além desses 3 estados e é a base de toda manifestação. É o chamado 4o estado, a Consciência Pura.. Será realizada Leitura Dos Ensinamentos De Baba que nosso Espaço busca estudar passagens de sua vida através do seu livro bibliográfico ou ler a mensagem do site oficial (no Brasil http://www.sathyasai.org.br ou http://www.sathyasai.org, em inglês).

Após a leitura será iniciada os cântico dos Bhajans, que são orações na forma de canções, ricas em significado e cheias de conteúdo devocional. glorificam os diversos nomes e formas com que o Deus Único se manifesta para nos abençoar (Jesus, Ganesha, Rama, Krishna, Buddha, Allah, Jeová,etc). Swami nos diz que: "Namasmarana, ou cantar o Nome e a Glória de Deus, é o método mais eficaz para revelar a Divindade em nossos corações."

O Cântico Devocional nos ajuda a manter a mente, a fala e a audição em equilíbrio, ocupadas em repetir e ouvir os Sagrados Nomes e Atributos do Senhor. Por isso, deve-se cantar com muito amor, de forma doce e agradável. Baba ressalta que, quando a devoção, a música e o ritmo estão harmonizados, experimentamos felicidade e paz. Além disso, esta prática também ajuda a limpar a atmosfera do planeta de energias negativas.

Nosso Instituto Lua Nova canta todos Bhajans e Mantras em Sânscrito, língua oficial, mas podem ser cantados em português. Colocaremos a tradução de todos os cânticos. Os Bhajans são cantados da seguinte forma:

• primeiro é cantado pelo líder sozinho, para ser repetido por todos em seguida. Após a primeira sequência completa, é cantado novamente da mesma maneira, porém batendo palmas, para ativar nossos chackras.

Após os Bhajans, seguem as orações e Mantras que devem ser cantados acompanhando a música cantada por todos de uma só vez e sem bater palmas.

Entre o Gaytri e a oração Asatho Maa, é feita uma meditação curta silenciosa.

Deve–se trazer alimentos (quantidade pequena para ser colocada no altar para ser purificado e repartido entre os participantes ao final da meditação. Que deverá ser encerrada em silêncio por todos e após sair da sala é que pode se quebra este silêncio. SIGNIFICADO DOS SÍMBOLOS


Segundo o Guia de Atividades Devocionais da Organização Sri Sathya Sai do Brasil, os símbolos facilitam a sintonia que devemos procurar voltar nossa atenção para sentir a presença de Deus e que cada um tem um significado.

As Imagens

As fotografias de Swami nos ajudam a lembrar que sua Divina Presença está sempre conosco. As demais imagens ou fotos representam as diversas formas em que Deus, em Sua infinita graça, se manifesta para nos abençoar, com o ensinamento de que só existe Um.

A Luz da lamparina (Jyothi)

O fogo que arde na lamparina tem um belo significado: o óleo representa os 5 sentidos; o pavio é a mente; e a luz é o discernimento, que ilumina o caminho para Deus. Se há muito óleo, ou seja, se os sentidos estão cheios de desejos, o pavio (mente) ficará saturado e a luz (discernimento) não poderá́ se manifestar. Portanto, os sentidos devem estar equilibrados para que o indivíduo possa ter o conhecimento de si mesmo e de Deus.

Incenso

Simboliza nossas tendências negativas e positivas, a dualidade da qual devemos nos desprender, assim como o incenso se liberta de sua substância material, transformando-a na fumaça perfumada que sobe livremente, em direção a Deus. Está ligado ao sentido do olfato e seu perfume nos lembra que tudo que existe está impregnado com a fragrância da Divindade.

Flores

Simbolizam nossas ações e pensamentos que devem ser, sempre, puros e dignos de serem oferecidos a Deus. Por isso, antes de agir, devemos considerar se a atitude que vamos tomar está em harmonia com as Leis do Universo, ou se estamos agindo apenas em nosso próprio interesse. Swami nos diz que, na verdade, as flores devem exprimir o oferecimento da “flor de nossos corações”.

Sino

Swami diz que o som produzido pelo balançar do sino eleva as vibrações do ambiente, afastando energias negativas. Ele também representa nosso desejo de ouvir somente sons espirituais.

Vibhuthi (Cinza Sagrada)

As cinzas nos lembram que toda a matéria é perecível e limitada a uma forma e a uma duração. Portanto, não devemos nos apegar a nada, nem mesmo ao nosso corpo físico. O principal objetivo de todo ser humano deve ser reduzir seu ego a cinzas e conhecer Aquele que É Sempre Existente e que está além de todas as limitações.

Prasada (alimento abençoado)

Após as cerimônias festivas, compartilhamos a prasada. Na maioria das vezes, ela é constituída de frutas (que simbolizam os frutos das nossas ações) ou outros alimentos vegetarianos oferecidos a Deus e, depois, distribuídos entre os participantes como dádiva. A prasada está relacionada ao paladar, mas o alimento físico é também um símbolo do alimento espiritual com o qual o Senhor nos mantém. Assim, devemos receber o que nos é entregue sem escolher. Isso significa que nós estamos dispostos a aceitar da mesma maneira tudo que vem de Deus, pois tudo nos é dado para o nosso aprendizado.

POSTURA NA MEDITAÇÃO

Respeitar o horário de início, chegando alguns minutos antes para se harmonizar com o ambiente preparado para a prática da devoção.

Nossa meditação é realizada para nosso crescimento espiritual; portanto, nossa atenção deve voltar-se inteiramente à realização de Deus dentro de cada um de nós. Para evitar distrair-nos desse objetivo, pedimos que todos sigam as recomendações de Baba e compareçam às atividades vestidos de forma adequada, devemos evitar o uso de shorts, bermudas, saias curtas, camisetas muito decotadas e roupas transparentes. O objetivo é apenas deixar a todos o mais confortável possível nas atividades do Grupo, fazendo desse aspecto parte de nossa disciplina espiritual.

Devemos estar descalços e mantendo o silêncio em respeito a harmonia do local.

As palmas que acompanham os bajhans no ritmo mais rápido serve para manter o sentido do tato em harmonia com os demais. Portanto busque entrar no ritmo com o grupo.

Gesto de Prece ou Saudação (Pranam Mudra)

Quando juntamos nossas mãos diante do peito para orar, reverenciar o Mestre ou saudar a um irmão, estamos manifestando nosso conhecimento intuitivo de que Deus habita em cada um de nós.

As duas mãos simbolizam a polaridade do ser humano: positivo/negativo, racional/emocional. Esse gesto representa o indivíduo equilibrado, integralmente empenhado na adoração ou saudação.

Ao entrar reverencie os mestres!

NAMASTÊ! Márcia de Andrade Macêdo




whats.png